DIAS 'AL MARE' E O INCRÍVEL MERGULHO COM AS SARDINHAS

FILIPINAS

>

CORAIS COLORIDOS num mar azul cristalino, ao longo de um paredão cheio de vida, tartarugas, nemos e SARDINHAS. Sim sim, milhares delas! Você já imaginou mergulhar numa imensidão prata? Foi exatamente essa sensação que tivemos ao mergulhar em Moalboal, nas Filipinas.

> CHEGANDO 'COM EMOÇÃO' Na verdade, nossa aventura pelo tranquilo ponto de mergulho na ilha de Cebu começou meio turbulento. Nosso vôo Manila – Cebu City atrasou meras 5h (acreditem que isso é uma coisa bem comum no aeroporto de Manila), e chegamos apenas em Moalboal a noite, depois de encarar mais 3h de estrada num ônibus. Bom, em muitas cidades nas Filipinas não é tão comum você fazer a reserva do seu hotel com antecedência, você apenas chega lá e ‘booka’ na hora. Isso na verdade já era uma rotina pra gente, mas o melhor horário para fazer isso é claro que é durante os check outs da galera, que normalmente acontece entre 11h00 e 14h00. Resumindo nossa novela mexicana, nós chegamos em Panagsama Beach as 19h00 sem hotel, e com tudo lotado! Era semana de Ano Novo Chinês e toda Ásia fica um L-O-U-C-U-R-A durante a época do feriado.

Batemos em todas as portas e com tudo super lotado nós já estávamos decididos a dormir na praia, até que ouvimos um bom e velho português vindo de um beco. Eram duas brasileiras que estavam morando na Austrália e literalmente salvaram a nossa noite!

Fomos na guesthouse que elas estavam hospedadas (que também estava lotada, claro) mas acontece que a dona foi simplesmente um amor de pessoa. Ela forrou cadeiras de praia para a gente dormir na sala dela e disse que não íamos ficar sem teto de jeito nenhum! ♥ Gerty, melhor pessoa!

Praticamente fomos adotados por essa família Filipina e tudo que sentimos é gratidão. Eles transformaram nossa trip em algo maior! Os laços que criamos estão vivos até hoje, independentemente de estarmos em lados opostos do mundo.

> CAINDO NA ÁGUA Depois de tanto carinho, acordamos no outro dia decididos a deixar para trás a turbulência da nossa chegada em Moalboal. Máscaras e nadadeiras alugadas caímos no mar na frente ao Pacita’s e fomos nadando em direção ao píer.

A barreira de corais e um paredão perfeito para mergulhadores que não precisam nem sair embarcados para mergulhar. É andar 30m e tá LITERALMENTE no fundo do mar!

Fomos nos animando aos pouquinhos: tartaruga, peixe palhaço, frog fish, peixe leão, polvo, serpentes do mar... Uma variedade de espécies que parecia que tinham sido escolhidas a dedo! Sabe tipo um aquário?! Foi meio surreal e a Madu estava se sentindo a própria Ariel.. Rsrsrs

Mais de 15 dive sites na costa, com visibilidade em torno de 40-50m e começamos a avistar aquela névoa prateada: sardinhas a visssssstaaaaa!

(é, sei que a foto não tá tãaaao boa assim. Mas é para dar apenas uma 'noção' do quão INCRÍVEL é esse mergulho S2)

> NO MEIO DO CARDUME Definitivamente foi o melhor mergulho de todos! Milhaaaaaares de sardinhas te cercando que você até perde a noção de onde tá, o cardume vira chão, teto e parede. Elas refletem o sol prata, e fazem escurecer o fundo do mar quando estão sobre sua cabeça. Fogem dos mergulhadores e das 'bolhinhas', formando até desenhos no oceano.

Quando chegam os predadores, todo o cardume se movimenta fazendo uma dança, de um lado para o outro ao longo do paredão. Confesso que cada vez que a dança começava, o imaginário já vislumbrava um grande tubarão branco no ataque, né?! Ou no mínimo um Marlim de 15m de comprimento rsrsrs. Mas ufa, não foi esse o caso. Apenas peixes de médio porte estavam cercando o cardume e fazendo com que elas dançassem a “valsa do fundo do mar”.

> NADADEIRAS E BARBATANAS Essa experiência foi muito mais que contemplação, foi uma interação com o mar como nunca fizemos antes. Nos sentimos parte de tudo, e não apenas como visitantes ou estranhos 'al mare'.

Moalboal é um dos melhores lugares do mundo para ter essa experiência, junto também com Raja Ampat, na Indonésia, e o famosíssimo ‘Sardine Run’ em Port St Johns, na África do Sul (ps: esse é só para os fortes - se quiser depois dá uma olhadinha no Google pra entender um pouquinho mais pq quando eu digo forte é FORTE mesmo ;).

Os dias de mar ‘prateado’ em Moalboal, nos divertindo com as Sardinhas, foram transformadores. Já estávamos nos sentindo em casa, hospedados com uma família filipina super acolhedora, fazendo mergulhos o dia todo e todos os dias, fechando sempre na golden hour, com uma Red Horse ou San Miguel, para ver o sol se por atrás da ilha vizinha: Negros Oriental.

Island Life F-O-R-E-V-E-R.

*

SOBRE NÓS

Somos Laion e Madu, um casal apaixonado por viagens, fotografia, surf e imãs de geladeira. Em 2015, inspirados por esse mundão incrível, nós decidimos embarcar numa jornada e queremos compartilhar experiências para despertar o espírito aventureiro que existe dentro de cada um de nós.

POSTS RECENTES

#PHOTOGRAPHER

Fotografia é uma paixão! Confira portfólio completo com os trabalhos e obras fotográficas das nossas expedições para prints, fine art, jobs, fotografias e filmografia completa

  • @projetodeboa
  • Projeto de Boa

#WANDERLUSTVIBES

Assine aqui para receber inspirações de viagens, lugares icônicos e ideias para aventuras memoráveis S2

2020. Todos os direitos reservados. 

©Projeto de Boa