UM AZUL MAIS AZUL



TAHITI

>

BORA BORA. Um nome que por si só já remete as palavras: "Paraíso Tropical", sem nem precisar entrar em mais detalhes. Mas vou te falar que o que a gente não estava preparado era para todo esse AZUL!! A história de um lugar em que quase todas as nossas memórias afetivas são sobre cores 💙

> ATOL E ILHAS PARADISÍACAS

Cara, a primeira coisa que a gente precisou entender (para acreditar no que estava vendo) é sobre como esse arquipélago de tantas ilhazinhas perdidas na imensidão do oceano Pacífico funciona. A Polinésia Francesa é um conjunto de 118 ilhas espalhadas numa área maior que toda a Europa (dá nem para imaginar, né?!). Conhecido como "O Tahiti e Suas Ilhas", esse último paraíso perdido é composto basicamente de atóis e ilhas vulcânicas.

Sim, vamos voltar no tempo para aquela aula de geografia da 5ª série, e lembrar que um atol é uma ilha oceânica cercada por uma estrutura de corais em forma de anel, que guardam uma lagoa no centro de tudo isso. Repleta de váaaaarios bancos de areia, isso acontece em um lugar onde já existiu um vulcão antes e tem uma formação biológica (ao invés de rochosa, como muitas das ilhas que conhecemos ;).

- "Mas e por que eu preciso saber disso?!?!?!?!"

Porque simplesmente não dá para explicar sobre esse paraíso azul sem saber que Bora Bora é um 'quase' atol. E é exatamente essa característica tão única que faz esse lugar mais que especial S2

> MODO AVIÃO: LIGADO

Pegamos nosso primeiro vôo inter-ilha saindo do Tahiti com destino a Bora Bora. Durou quase 1h00 e cada segundo voando baixinho, sobre algumas das outras ilhas do arquipélago, foi SURREAL. Acho que só começa a 'cair a ficha' que não é um sonho quando você muda a perspectiva e vê tudo de cima, do ar.

Sem NENHUM medo de parecer clichê, vou te falar que foi O MELHOR VÔO DA VIDA! Ser comissário de bordo ou piloto da Air Tahiti já entrou pra nossa lista de 'empregos dos sonhos' de certezaaaa.

Compramos um passe aéreo que dá direito a voar para várias ilhas com um mesmo bilhete (e claro, o preço sai beeeem melhor do que bookar tudo separado), então dá para imaginar que já estávamos super ansiosos pelo próximo vôo. Massss, quando aterrisamos em Bora Bora o coração já começou a bater mais forte e os olhos a piscar mais rápido, ultrapassando aquela linha tênue em que um sonho se choca com a realidade.

Primeiro deixa eu dizer que aqui a aterrissagem é em um Motu. O aeroporto não fica na ilha central, e sim em um daqueles 'bancos de areia' que circulam a ilha. UAU. Ú - Á - Ú !!! Uma palavra nunca carregou tantas emoções como ela nesse momento.

> TAHITIAN VIBES

Agora a coisa ficou séria! Quando a gente pegou o barco e seguiu em direção ao coração da ilha, mais uma vez os azuis roubaram a cena. Parece que a gente podia SENTIR a profundidade de cada ponto que passava apenas vendo a mudança das cores azuis que tavam ali.

Já chegamos loucos pra botar as nadadeiras e cair na água. E a ansiedade master de correr pra mergulhar foi substituída por uma felicidade instantânea quando conhecemos os donos do Fare que ficamos hospedados. Reservamos no Airbnb uma casa local e sem sombras de dúvidas foi uma CONEXÃO IMEDIATA com essas pessoas (que já ganharam lugar especial no nosso coração).

(Vaihere e Teava ♥)

Que astral maravilhoso! Acho que eles nos contagiaram com essa vibe Tahitiana de ser, com a simplicidade de um sorriso e a energia de um abraço. Nos sentimos parte da família, sabe?! Como se a gente se conhecesse há muito tempo e estivesse ali visitando-os por uns dias? :) Uma experiência inesquecível e que com certeza foi um dos pontos altos de toda nossa trip.

A gente curte demais essa troca, compartilhar esses momentos em que a compreensão daquela dinâmica é a maior riqueza que você pode trazer consigo. É se entregar um pouco também, contar um pouco da sua história e conhecer mais da deles. E nesse caso descobrimos uma grande paixão em comum: o ukulele tahitiano.

(olha só, se você curte esse tipo de troca de experiência, a Polinésia Francesa é o lugar perfeito pra fazer isso acontecer. Compartilhar casas, quartos, bungalows e até mesmo barcos e veleiros estão na lista do Airbnb. E vou deixar aqui nosso link de desconto para ajudar outros viajantes também: www.airbnb.com/c/projetod7 — com R$130 de desconto ;)

> QUANDO O AZUL É MAIS AZUL

Dizem que uma imagem vale mais que mil palavras. Mas sinceramente, NENHUMA imagem consegue traduzir a intensidade de toda essa convergência azul que acontece nesse lugar. Tentar explicar fazendo referência a escala de azuis que vai da paleta do Pantone 2198 U até o 2372 XGC - dá um google pra ver só - ou dizer um simples "um mar azul da cor do céu", não transmite a emoção que foi descobrir cores novas.

Muito menos a emoção de mergulhar e se ver imerso, onde tudo que você sente ao seu redor são cores.

Um mundo de azul VIVO. Onde a cor se mistura a jardins de coral e uma vida marinha mais-que-incrível. Tão característica que faz parte da cultura pulsante das pessoas na ilha.

Nas lagoas, recifes e no fundo mar (ou quase fundo do mar, considerando que a profundidade chega aos 1.000m logo ali) várias espécies migratórias e cardumes de diferentes tubarões, arraias, tartarugas, napoleões, golfinhos e um infinito de peixes coloridos transformam essa experiência em algo ainda maior.

> NA ROTA DO MAR

O objetivo aqui é sair buscando diferentes dive spots ao redor da ilha, e de diferentes formas! :D

De barco, veleiro, kayak ou ir na raça mesmo — nadando a partir da ilha central. A gente carregava as nadadeiras com a gente até quando saíamos para explorar a ilha de bicicleta.

Era um vício no melhor sentido da palavra. O mar, a lagoa e o céu, e a sensação que tivemos era que ali acontecia uma realidade paralela, talvez pela forma como tudo isso na hora já se tornou eterno na nossa memória.

Se perder no azul pra gente foi na verdade achar uma conexão maior com a natureza, a Terra, com esse sentimento e vibração de Mana. Uma ilha no pacífico sul que facilmente podia ser um pedaço de céu, e não apenas pelo azul-celeste que reina, mas por tudo que ela representa.

Gratidão, universo!

Mauruuru

*

Posts Relacionados

Ver tudo

SOBRE NÓS

Somos Laion e Madu, um casal apaixonado por viagens, fotografia, surf e imãs de geladeira. Em 2015, inspirados por esse mundão incrível, nós decidimos embarcar numa jornada e queremos compartilhar experiências para despertar o espírito aventureiro que existe dentro de cada um de nós.

POSTS RECENTES

#PHOTOGRAPHER

Fotografia é uma paixão! Confira portfólio completo com os trabalhos e obras fotográficas das nossas expedições para prints, fine art, jobs, fotografias e filmografia completa

  • @projetodeboa
  • Projeto de Boa

#WANDERLUSTVIBES

Assine aqui para receber inspirações de viagens, lugares icônicos e ideias para aventuras memoráveis S2

2020. Todos os direitos reservados. 

©Projeto de Boa